Dogue de Bordeaux – Um cão territorialista, dependente e amoroso.

O Dogue de Bordeaux é um cão de grande porte, com uma carinha inconfundível, com seu charmoso focinho achatado e cheio ruguinhas.

Um excelente cão patrimonial e um fiel cão de companhia: o Dogue de Bordeaux é tudo isso e muito mais.

São cães dóceis, brincalhões, inteligentes, muito leais à família e sempre em busca de atenção, daquele tipo que segue os donos em casa.




Talvez uma palavra que defina seu comportamento com a família seja “dependente”.

Por outro lado, são excelentes cães patrimoniais do tipo que observam quando alguém entra com seu dono em casa.

Mas se a pessoa estranha entra em casa sozinha, pode esperar a reação do Dogue de Bordeaux!

Continue aqui na Página do Pet e saiba mais sobre estes cães de companhia de grande porte, cara de mau, mas com um grande coração!




Quer conhecer pets de porte gigante? Conheça o São Bernardo, o Cane Corso, o Terra Nova e o Mastiff!

Gato gigante? Temos também! Saiba tudo sobre um bichano que mede mais de um metro, o Maine Coon!

Leia agora!

Dogue de Bordeaux – Apego e amor!

Este é o Dogue de Bordeaux
Este é o Dogue de Bordeaux

Origem da Raça Dogue de Bordeaux

O Dogue de Bordeaux é uma das mais antigas raças de cães da França. Acredita-se que eles sejam descendentes dos Alanos e dos cães que antigamente caçavam javalis.




O termo “Dogue” surgiu ainda no fim do século XIV e até o século seguinte eles só eram vistos na Aquitania.

Além de caçar javalis eles participavam de rinhas contra ursos e touros e como cães de guarda patrimonial.

No ano de 1863 aconteceu a primeira exposição de cães em Paris, e o Dogue de Bordeaux já participou com o nome que usa até hoje.

Haviam 3 tipos de Dogue de Bordeaux: Toulouse, Paris e o Bordeaux nas origens do atual dogue.




Como outas raças de cães, eles sofreram bastante nas grandes guerras mundiais e quase foram extintos.

Nos anos 1960, o Dogue de Bordeaux retoma seu desenvolvimento com toda força e chegam ao continente americano.

O primeiro Dogue de Bordeaux chegou ao Brasil em 1985, porém, castrados e morreram logo que chegaram ao nosso país.

A reprodução do Dogue de Bordeaux começou no Brasil somente após 1991, quando os primeiros exemplares não castrados chegaram.

Características do Dogue de Bordeaux

A primeira característica que chama a atenção no Dogue de Bordeaux é seu porte! São cães grandes, em especial no tamanho da cabeça.




O rosto do Dogue de Bordeaux é cheio de ruguinhas devido a sua pele ser bem solta e seu focinho é bem curto, eles são braquicéfalos, aqueles do focinho achatado.

A mandíbula dele é super forte e tem uma curiosidade: a parte inferior é maior do que a superior, deixando sua mordedura mais potente ainda. Para completar o designer, as bochechas caem sobre a mandíbula.

O Dogue de Bordeaux é cão potente, musculoso, com um peitoral bem largo. Sua cauda não é longa, mas é bem grossa na base.

Quer conhecer outros cães braquicéfalos? Saiba mais sobre o Boxer e o Buldog. 

Aparência do Dogue de Bordeaux

Filhotinhos de Dogue de Bordeaux para você morrer de amores
Filhotinhos de Dogue de Bordeaux para você morrer de amores




O Dogue de Bordeaux tem as bochechas caídas sobre a mandíbula
O Dogue de Bordeaux tem as bochechas caídas sobre a mandíbula
Acho que este Dogue de Bordeaux não é muito chegado em um banho...
Acho que este Dogue de Bordeaux não é muito chegado em um banho…
Dogue de Bordeaux em um tranquilo passeio
Dogue de Bordeaux em um tranquilo passeio

Comportamento do Dogue de Bordeaux

O Dogue de Bordeaux apesar de seu grande porte e cara de mau, é uma raça de cães bem dependente e apegada a seus donos.




São do tipo sombra, que segue os donos em casa sempre em busca de atenção e brincadeiras.

Se você busca um cão de companhia para momentos de descanso, TV e leitura, o Dogue de Bordeaux é sua escolha.

Sua atividade é baixa e eles não precisam de exercícios vigorosos diariamente.

O Dogue de Bordeaux é um cão inteligente que tem bastante facilidade de prender. O melhor método é o da recompensa com carinhos.




Sua necessidade em agradar a família faz com que ele aprenda rápido para assim ganhar mais chamegos.

Atenção para sua dificuldade em conviver com outros cães, em especial do mesmo sexo. Se for um cão adulto então, você pode ter problemas.

A convivência ente um Dogue de Bordeaux com outros cães deve ser feito quando ele ainda é filhotinho.

Sua simpatia com os donos não se estende a estranhos. Se este estranho estiver com o dono, o Dogue de Bordeaux vai respeitar. Caso contrário, seu instinto natural de territorialista vai acender.

Alimentação

A quantidade de ração para todo animal de estimação depende de sua raça, porte, idade e nível de energia gasto.




O Dogue de Bordeaux precisa de alimentação de qualidade, que atenda suas necessidades nutricionais para manter sua vitalidade.

Escolha uma ração adequada para seu grande porte, lembrando que este é um cão com baixo nível de atividade, ou seja, ele gasta pouca energia.

A quantidade da ração pode ser discutida com um médico veterinário ou segundo as orientações do fabricante.

Nunca deixe comida à disposição na vasilha do seu Dogue de Bordeaux, ele vai acabar comendo mais do que precisa e pode desenvolver a obesidade.

A água deve sempre der trocada, mantendo-se fresca e limpa.

Saúde

O Dogue de Bordeaux é um cão de grande porte e braquicéfalo, assim, cuidado redobrado.




Os cães de focinho mais curto tendem a apresentar mais problemas respiratórios porque seu nariz pode ficar obstruído.

Os cães de grande porte já tem uma tendência a ter displasias de quadril e cotovelos. O Dogue de Bordeaux tem esta tendência com um agravante: são cães com uma grande expectativa de vida, podendo passar dos vinte anos e apresentar problemas de saúde.

Outra atenção que você deve dar seu Dogue de Bordeaux é a sua pele. A dobrinhas podem guardar umidade e atrair fungos.

Siga sempre corretamente o calendário de vacinação de seu pet e se possível, o leve ao médico veterinário a cada 6 meses.

Assim você terá um animal de estimação sempre saudável e poderá prevenir possíveis problemas de saúde precocemente.

Como Cuidar do Dogue de Bordeaux

Preço do Dogue de Bordeaux

O valor de um filhote do Dogue de Bordeaux ou de qualquer outro cão de raça depende da qualidade dos pais, avós e bisavós da ninhada, se são campeões nacionais, internacionais etc.




É possível encontrar filhotes deste guardião super carinhoso custando aproximadamente R$ R$ 1.500 a R$ 3.000.

A Página do Pet sempre recomenda a adoção responsável e a aquisição de filhotes de criadores certificados, com pais e avós sem doenças genéticas.

Infelizmente existem criadores que submetem fêmeas a situações degradantes apenas visando o lucro com a venda de filhotes.

Antes de decidir comprar um cachorro é importante ainda lembrar que existem muitos animais abandonados nas ruas ou resgatados por ONGs, esperando uma família amorosa.

Adotar é um ato de amor.