Doberman – Um fiel cão de guarda. Conheça e saiba mais!

O Doberman é um excelente cão que alia características de bom caçador, cão de guarda e fiel companheiro.

Talvez a principal característica do Doberman seja sua personalidade territorialista  e dominadora.

Sua reputação o precede e ele costuma ser temido por quem não o conhece e é muito comum encontrar pessoas que o têm como um cão agressivo.




Ele é na verdade um grande protetor da família, vigilante e sempre pronto para defender os seus de qualquer ameaça.

Só adote um Doberman se você estiver pronto para assumir a liderança e treiná-lo com amor e consistência.

Fique atento para não ser enganado! O Doberman é bem inteligente e vai tentar enganá-lo!




Quer saber mais sobre este potente cão de guarda? Continue aqui na Página do Pet e aprenda tudo sobre o Doberman.

Quer conhecer um pet de grande porte que não tem a menor vocação para cão de guarda? Que tal o Golden Retriever?

Sua praia são os cães com fama de ferozes? Temos o Pitbull e o Rotweller!

Doberman – Territorialista e amoroso

Este é o Doberman
Este é o Doberman

Origem da Raça Doberman

O Doberman foi criado na Alemanha ainda no século passado por Friedrich Loius Doberman.




Ele era o encarregado do canil da cidade de Apolda onde os primeiros filhotes da raça nasceram.

Dentre os ancestrais do Doberman estão certamente o Pinscher, o Dogue Alemão, o Pastor de Beaude e o Rotweiler.

Há suspeitas de que os Galgos e os Weimaraners também tenham participado do processo.

Os primeiros espécimes, batizados de Doberman foram apresentados em uma exposição de cães em Erfurt, Alemanha, em 1897.

Três anos depois, o Doberman foi reconhecido oficialmente como uma raça alemã.




Ao fim do século 19, criadores alemães de cães continuaram o trabalho do sr. Doberman com ênfase não só na aparência mas também em habilidades.

A princípio foi criado um cão mais corajoso, inteligente, rápido e mais resistente do que qualquer outro.

Porém, esta perfeição trouxe consigo um cão teimoso e agressivo. A solução deste problema veio com outros cruzamentos com o Black e Tan Terrier e provavelmente do Greyhound.

A raça chegou na América por volta de 1908. Na Primeira Guerra Mundial a população de Dobermans reduziu drasticamente.

A fome trazida pela guerra não permitia que cães grandes partilhassem a escassa comida com a família.

Os que sobreviveram foram apreendidos pelos militares, policiais e pessoas muito ricas os criaram.. A criação de cães era um luxo; apenas os melhores foram criados.

Ao longo dos anos, os criadores têm tentado com afinco trazer de volta a personalidade mais incisiva dos Dobermans, e têm conseguido.

Características do Doberman




Este cão com cara de mau é forte e de grande porte. Sua cabeça é de de cunha alongada se desprende bem do pescoço.

É um cão de musculatura bem desenvolvida, com boa proporção entre a cabeça e o corpo.

Os olhos do Doberman são médios, ovais, escuros ou levemente claros nos cães marrons.

Suas orelhas, naturais, são bem implantadas no alto sobre o crânio. Aquela imagem de Doberman com orelhas pontudas sempre alerta são consideradas mutilações pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária, que proíbe qualquer de seus membros a realizarem o procedimento.

A pelagem do Doberman é curta, dura, espessa, lisa e igualmente distribuída sobre toda a superfície.

Os padrões de cor aceitos são o preto ou marrom, com marcações vermelho ferrugem claramente definidas e limpas.

Aparência do Doberman

Todo Doberman com cara de mau já foi um fofo bebezinho
Todo Doberman com cara de mau já foi um fofo bebezinho
A pelagem do Doberman segue um padrão bem característico
A pelagem do Doberman segue um padrão bem característico
Este é o Doberman em seu estado natural, com as orelhinhas lindas!
Este é o Doberman em seu estado natural, com as orelhinhas lindas!




A aparência mais conhecida do Doberman é esta, com as orelhas cortadas. O nome disto é mutilação e o procedimento é proibido por lei
A aparência mais conhecida do Doberman é esta, com as orelhas cortadas. O nome disto é mutilação e o procedimento é proibido por lei

Comportamento do Doberman

O Dobermann é um cão de guarda muito eficaz. Um cão inteligente, capaz, sempre alerta, territorialista e pronto para defender sua família e sua casa.

Tem uma personalidade leal e aventureira, adora desafios e é um excelente cão para ser adestrado.

São sensíveis aos desejos de seus tutores, tendem a ser dominadores e muito independentes.

Geralmente é desconfiado com estranhos devido a seu alto instinto de proteção.

Com crianças, serão amorosos desde que elas se comportem corretamente.

Alimentação

A quantidade de ração para todo animal de estimação depende de sua raça, porte, idade e nível de energia gasto.




O Doberman, quando filhote, deve ser alimentado com ração de alta qualidade de duas a três vezes.

Por ser um cão de grande porte ele precisa de alimentação de qualidade, que atenda suas necessidades nutricionais para manter sua vitalidade e boa forma.

Você pode seguir a recomendação de um médico veterinário ou do fabricante da ração.

Nunca deixe comida à disposição na vasilha do seu cão. Isso não será saudável para ele.

Saúde

De maneira geral o Doberman é um cachorro bem saudável, mas como todo cão de grande porte pode sofrer com a displasia de quadril e de cotovelos.

Ele tem também tendência a desenvolver distensão abdominal, problema que pode ser evitado reduzindo as quantidades de ração ofertada a cada refeição.

Por fim, alguns Dobermans sofrem com a doença de Von Willebrand, um distúrbio na coagulação do sangue causada pela deficiência de uma proteína.

Esta doença pode causar hemorragias e sangramentos prolongados.

Converse com om médico veterinário de sua confiança e tire todas as suas dúvidas sobre a saúde do seu Domerman.

Como Cuidar do Doberman

Preço do Doberman

O valor de um filhote de Doberman ou de qualquer outro cão de raça depende da qualidade dos pais, avós e bisavós da ninhada, se são campeões nacionais, internacionais etc.




É possível encontrar filhotes de Doberman com preços variando entre R$ 900,00 a R$ 7.000,00

A Página do Pet sempre recomenda a adoção responsável e a aquisição de filhotes de criadores certificados.

Antes de decidir comprar um cachorro é importante lembrar que existem muitos animais abandonados nas ruas ou resgatados por ONGs, esperando uma família amorosa.

Adotar é um ato de amor!