Dálmata – Saiba mais sobre este cão amigo de beleza inconfundível!

O Dálmata é primeiramente, um cão lindo e inconfundível que sempre chama a atenção por onde quer que passe.

Mas ele não é só lindo. O Dálmata é ainda um ótimo companheiro, afetuoso, fiel, alegre e muito amigável.

De ótimo temperamento, não é agressivo e late pouco sendo também um bom cão de guarda.




O Dálmata é uma das raças de cães mais conhecidas do planeta, mas pense bem antes de comprar um só pelos seus encantos.

Para ter um Dálmata é preciso espaço e disposição para um cão tão ativo e cheio de energia.

Uma curiosidade sobre eles: nascem completamente branquinhos! As machas na pelagem aparecem depois de 12 dias.




Continue aqui na Página do Pet e saiba mais sobre estes lindos e inteligentes cães!

Vamos contar sobre seu comportamento, como alimentar e quanto custa ter um Dálmata!

Quer conhecer outros pets encantadores? Que tal um gato gigante com cara de bichano doméstico? Veja aqui tudo sobre o Maine Coon!

Sua praia são os Dálmatas? Leia agora!

Dálmata – Um grande amigo!

Este é o Dálmata!
Este é o Dálmata!

Origem da Raça Dálmata

As origens do Dálmata não são muito claras. De acordo com alguns estudiosos, ele data do antigo Egito.




Vestígios arqueológicos de cães com manchinhas semelhantes a dos Dálmatas teriam sido encontrados sobre as pirâmides.

Outra hipótese supõe que seus antepassados teriam sodo os cães já extintos da raça Braco de Bengala, da Inglaterra.

É possível ver o fofo Dálmata retratado em pinturas a partir do século XVIII acompanhando pontífices.

Quanto ao nome Dálmata, deve-se ao grande número deles na região da Dalmácia. Em razão de suas manchinhas eram chamados de “Plum Pudding Dog”, uma famosa sobremesa inglesa natalina.

Seus antepassados eram chamados de coach dog no tempo das diligências já que eram os acompanhantes dos privilegiado dos carros puxados por cavalos.

Já no século XIX, ter um Dálmata fazia parte do status dos homens nobres ingleses e dos ricos americanos.

Características do Dálmata

A primeira vista não há como confundir o Dálmata com qualquer outro cão do mundo! Mas ele não é só uma coleção de bolinhas pretas.




Veja outras características que o fazem uma raça muito especial:

  • Grande porte
  • Cabeça de crânio achatado
  • Focinho, longo e vigoroso
  • Mandíbula  forte com dentes em tesoura
  • Olhos, arredondados, límpidos e brilhantes
  • Pelagem escura ou âmbar
  • Orelhas, implantadas bem no alto, largas e de textura fina
  • Pescoço comprido e sem papada
  • Cauda, espessa na base, afina-se gradualmente na ponta
  • Pelo curto, duro, apertado e denso, tem aspecto liso e brilhante
  • A cor clássica do Dálmata é o branco puro com variações de padrão com manchas pretas e marrons
Aparência do Dálmata
Quantas bolinhas pretas você está vendo nestes 3 Dálmatas?
Quantas bolinhas pretas você está vendo nestes 3 Dálmatas?
Sempre esperto e brincalhão: Dálmata!
Sempre esperto e brincalhão: Dálmata!




Um Dálmata posando para fotos!
Um Dálmata posando para fotos!
Dálmatas de padrões de pelagem diferentes, mas com o mesmo charme!
Dálmatas de padrões de pelagem diferentes, mas com o mesmo charme!

Comportamento do Dálmata

Empolgação é o segundo nome deste cachorro! Ele tem energia de sobra para correr e brincar muito.




É companheiro, divertido e bem impaciente. Se você não permitir ou não tiver espaço para seu Dálmata correr e se exercitar ele não vai se comportar bem e pode até fugir de casa e se perder.

Além de ótimo companheiro de adultos e crianças ele se dá muito bem com outros pets, mas os cavalos são seus animais prediletos.

Teimosos, tendem a ser desconfiados com estranhos.

Muito inteligente, o Dálmata é é capaz de mostrar só com latidos ou sinais o que espera de seus donos.

Criadores dizem que conviver com um Dálmata é como estar em um filme em que o cachorro é capaz de compreender tudo o que os donos dizem.

Alimentação

A quantidade de ração para todo animal de estimação depende de sua raça, porte, idade e nível de energia gasto.




O Dálmata, quando filhote, deve ser alimentado com ração de alta qualidade de duas a três vezes. Para os adultos duas vezes ao dia são suficientes.

O Dálmata é um cão de grande porte e precisa de alimentação de qualidade, que atenda suas necessidades nutricionais para manter sua vitalidade e boa forma.

Você pode seguir a recomendação de um médico veterinário ou do fabricante da ração.

Nunca deixe comida à disposição na vasilha do seu cão. Isso não será saudável para ele.

Saúde

O Dálmata é um cão bem saudável, mas há uma condição genética que preocupa criadores, a surdez congênita.




Muitos Dálmatas nascem completamente surdos e outros com surdez em apenas uma orelha.

Outras condições relativamente comuns são a displasia coxofemoral, as dermatites seborreicas, a piodermite, os cálculos urinários e o acúmulo de acido úrico.

Qualquer dúvida a respeito da saúde de seu cão deve ser esclarecida por um médico veterinário.

Como Cuidar do Dálmata

Preço do Dálmata

O preço de um filhote de Dálmata pode variar dependendo do histórico familiar, se na família ter um pai, tio, avô ou bisavô campeão e com pedigree.

O valor dessa raça pode variar de R$ 1.200 a R$ 3.000.