Como Cuidar de Gatos ► Veja Dicas Incríveis para Cuidar do Seu Gato

Aprender como cuidar de gatos é algo fundamental para qualquer bom tutor que queira ver seu gatinho sempre bem e feliz.

É importante saber que existem diferença em como cuidar de gatos filhotes, adultos, idosos, no inverno ou no verão.

Saber como adestrar um gato é um ponto muito importante para evitar dores de cabeça e claro, ter um gato que morda, que arranha ou mesmo que não tenha um comportamento adequado.




Muitas pessoas querem pegar um gatinho para criar e a fama de independência deles fazem com que os tutores não lembrem que cuidar de gato também dá trabalho.

E mesmo aos que tem a melhor das intenções e que querem (e devem) participar ativamente da educação do seu gato, não sabe por onde começar.

A primeira coisa a saber é que existem muitas formas de cuidar de um gato e, claro, a sua situação faz toda a diferença.

Um gato castrado é diferente de um não castrado, um idoso e um filhote, etc…




Você sabia que um gato bem cuidado por viver até o dobro da expectativa de vida esperada?

Como Cuidar de Gatos ► Aprenda Como Cuidar do Seu Gato

Gato Filhote
Gato Filhote

Como Cuidar de Gatos Recém Nascidos

Primeiramente é saber que um gato filhotinho precisa estar na companhia a mãe e dos irmãos.

Eles, por exemplo, não tem controle da temperatura e por isso precisam de outros gatos em volta para que ele possa se aquecer.

É uma fase de desenvolvimento motor e sua visão ainda está reduzida.

Nessa fase você não pode fazer muita coisa, mantenha o local limpo, procure ajudar na alimentação, se preciso, com uma mamadeira a cada duas horas.

Talvez haja a necessidade de ajudá-lo a fazer as suas necessidades.

No mais a mamãe deve dar conta.

Como Cuidar de Gatos Filhotes

Trate um gato filhote, como um filhote e não como um gato adolescente, por exemplo, pois suas necessidades são diferentes.




Um gato com mais semanas de vida já pode estar comendo uma boa comida de filhotes de gato.

Ela deve sr rica em proteína afim de dar energia ao gatinho, haja vista que nessa fase ele é arteiro e explorador e muito curioso.

E não esqueça que eles precisão estar sobre constante supervisão pois ainda são crianças.

Já um gato com 3 meses ou mais já esta atingindo a adolescência e a maturidade sexual também.

Nessa fase o ideal é que você castre o seu gato e evite gravidez indesejada, bem como algumas doenças que podem se desenvolver em gatos não castrados.

Nessa fase ele tende a marcar território e para isso ele usa a urina, o que é mais uma razão para castrá-lo pois isso irá cessar com a castração.

Ele precisa se socializar com outros animais e demais pessoas e não se esqueça de manter sempre as vacinas em dia.

Como Cuidar de Gatos Castrados

Seja um gato adotado ou mesmo nosso os cuidados são parecidos, porém há algumas diferenças entre eles.




►► Castrado Pelo Tutor ► Após a castração do gato é preciso tomar todos os cuidados necessários pré e pós castração.

Leia nossos artigo para compreender melhor todos os cuidados necessários. É preciso que no pós castração ele fique em um local confortável com baixa luz e silencioso.

Siga as dicas de nosso artigo e as recomendações do médico veterinário.

Como Cuidar de Gatos Idosos

Os gatos mais velhos com 10 anos ou mais são considerados gato que estão passando para a sua fase idosa.

Mas vale ressaltar que já tivemos vários casos de gatos que viveram até 30 anos de idade, isso mesmo 30 anos, mesmo com uma média de 15 a 18 anos de vida.

Lembre-se que os gatos são animais de hábitos, eles gostam de fazer sempre as mesmas coisas, apesar do seu grande senso de curiosidade.

Gato Idoso
Gato Idoso

Então quando eles ficarem mais velhos você deve saber que tanto sua visão, quanto sua audição ficam prejudicados.

Então é possível que ele esbarre nas coisas e o melhor a se fazer é, na medida do possível, deixar o seu caminho mais livre.

Um outra dica é que você pode deixar uma luz acesa, assim ele poderá se guiar melhor.

Existe alimentação própria ao idoso, mais macia com tudo que ele precisa.

Outra dica importante é fazer a escovação dos dentes do seu gatinho, principalmente onde ele não alcança.

E lembre-se que consultas de rotina e ter todas as vacinas em dia é fundamental para sua saúde.

Como Cuidar de Gatos no Inverno

As regras podem mudar de acordo com o tipo de gato que você tem, por exemplo, existem gatos que tem pouquíssimos pelos.




Mas vale ressaltar que mesmo os gatos com muito pelos não tem camadas duplas o que faz com eles sintam frios, principalmente nas orelhas, patas e nariz.

►► Você vai precisar reduzir as aventuras dele pois com a baixa temperatura isso não é uma boa ideia.

E com as bruscas mudanças de temperatura o seu gato irá sofrer e pode até adoecer.

Gato no Inverno
Gato no Inverno

►► É muito importante que você presta atenção na alimentação do seu gato em todas as estações, mas no inverno os cuidados precisam ser ainda maiores.

►► Eles precisam fortalecer o seu sistema imunológico e uma alimentação de qualidade, equilibrada em nutrientes é fundamental à eles.

►► Os gatos gostam de ter o seu cantinho, e ter um lugar quentinho, conchegante e com uma iluminação mais baixa vai deixá-los mais felizes.

►► Se possível, use um umidificador dentro de casa, pois os gatos sobrem com a baixa umidade no inverno.

Mais Cuidados e dicas com o seu gato inverno

  • Os gatos gostam de lugares quentinhos no inverno e por isso sempre tome cuidado ao ligar o seu carro, pois eles podem estar dormindo em cima do motor;
  • Alguns tipos agasalhos e cobertores podem causar reação alérgica no gato;
  • Evite usar roupinhas no gatos, ele odeiam;
  • Coloque a cama do seu gato em um lugar mais alto, haja vista que o chão fica muito frio no inverno;
  • Os gatos mais velhos ou mesmo com artrite, sofrem no inverno pois as articulações ficam mais rígidas. Por isso sempre deixe maneiras dele subir nos seus lugares favoritos, usando uma cadeira, por exemplo.

Como Cuidar de Gatos no Verão

Precisamos tomar alguns cuidados essenciais no verão afim de deixar nosso gatinho mais saudável.




Os gatos são seres homeotérmicos e por isso conseguem mantém a sua temperatura sozinhos por determinado e tempo e determinada variação de temperatura.

Gato no Verão
Gato no Verão

Por isso a água é muito importante pois ela ajuda na regulação dessa temperatura e deixa o gato bem hidratado.

Saiba que seu gato pode sofrer de hipertermia e saber como reconhecer os sintomas é muito importante.

Sintomas de Hipertermia em Gatos

  • Fraqueza;
  • Respiração ofegante;
  • Sede excessiva;
  • Vermelhidão nas orelhas e língua;
  • Salivação em excesso;
  • Cansaço;
  • Apatia;
  • Falta de apetite;
  • Vômitos e diarreia.

Mais Dicas de Como Cuidar do Seu Gato no Verão

►► Protetor Solar ► Existe no mercado protetor solar próprio aos gatinhos e  uso dele é indispensável para protege-lo do sol e do câncer de pele.




►► Câncer de pele ► Isso é um perigo real e pode acontecer se o seu gato ficar muito tempo exposto no sol.

Ele atinge principalmente os gatos de cor clara, as orelhas e nariz do bichos.

►► Água espalhada ► É importante que você tenha água espalhada pela casa para que seu gato sempre tenha acesso à elas.

►► Lugares Fechados ► Como o verão é uma estação muito quente, é fundamental que você não deixe o seu gato preso em lugares quentes e fechados.

Ele precisa realizar a troca de calor e por isso o acesso a lugares arejados é essencial.

►► Circulação de ar ► Sempre que possível deixa as portas e janelas abertas para que o ar possa circular.

►► Queimadura nas patas ► Quando os gatos pisam no chão quente eles pode sofrer queimaduras nas patinhas, por isso você deve ficar bem atento a isso.

Bolhas, rachaduras ou feridas é um sinal de alerta e se isso ocorrer procure o seu médico veterinário.

►► Cuidado com as pulgas ► As pulgas se multiplicam muito mais rápido no verão e por isso pode ocorrer um infestação de pulgas com muito mais rapidez.

além disso o calor por si só já deixa os gatos mais fadigados e com as pulgas sugando seu sangue, a sua energia vai despencar.

►► Tosa e escova ► A tosa higiênica é sempre recomendada e no verão a necessidade dela se torna indispensável.

Escove seu gato, pelo menos uma vez por dia para deixá-lo mais feliz e confortável.

Como Cuidar de Gatos Abandonados

A melhor maneira de começar a cuidar de um gato abandonado é levando a um médico veterinário.




É ele quem vai atestar em que condições esse gato se encontra, bem como os possíveis tratamentos que devem ser feitos.

É importante que ele não se relacione com os demais animais que você tiver, pois dessa forma você evita o contágio com alguma possível doença.

Coloque água e comida e assim que possível leve-o ao médico veterinário.