Boston Terrier – Lindo, estiloso, divertido e ótimo companheiro!

O Boston Terrier é um cão lindo com uma aparência super estilosa: sua composição de cores de pelagem mais parece um smoking!

O Boston Terrier é um excelente cão de companhia que se adaptam muito facilmente a todo tipo de ambiente.

Casas de campo, apartamentos, famílias com crianças e outros pets: o Boston Terrier vai amar!





Esta raça simplesmente ama agradar sua família e são excelente companhia.

Se você quer um cão para te acompanhar em passeios, o Boston Terrier é seu cão ideal.

Prefere um cão para ser sua companhia para assistir TV? O Boston Terrier é seu cão ideal.





É muito comum que as pessoas o confundam com o Bulldog Francês, mas eles são bem diferentes.

Continue aqui na Página do Pet e saiba tudo sobre o Boston Terrier e veja lindas fotos.

Que tal conhecer outros cães com a irresistível carinha amassada?

Veja agora o PugBoxer, Bulldog Inglês e o Dogue de Bordeaux.

Boston Terrier – Um excelente Cachorro

Este é o Boston Terrier

Origem da Raça Boston Terrier

O Boston Terrier foi criado por volta do ano de 1870 através do cruzamento entre o Bulldog e o Bull Terrier.





O Boston Terrier foi chamado inicialmente de Bull Terrier de Boston. Como outros cães originários dos Bulls, eles também foram cães de briga.

Por volta do ano de 1889, uma reunião entre proprietários de Boston Bull Terriers fundou o American Bull Terrier Club.

Nesta época, o Bulldog tinha um muita influência no American Kennel Club, o mais famoso clube americano de criadores de cães.

A raça foi reconhecida pelo renomado clube em 1893, sendo um dos primeiros cães não-esportivos criados nos Estados Unidos.





O Boston Terrier se tornou bem popular nos Estados Unidos. Entre 1915 e 1960 a raça ficou entre as dez mais populares!

Em 1976, o Boston Terrier foi escolhido como o cão bicentenário dos Estados Unidos.

Já no ano de 1979, o Boston Terrier foi nomeado o cão oficial do estado de Massachusetts.

No Brasil a raça ainda é pouco conhecida, apesar de estar presente no país há muitos anos, mas sem um número significativo de exemplares e criadores.

Características do Boston Terrier

O Boston Terrier é um cão de médio porte que tem um desenho na pelagem que mais lembra um charmoso smoking!





Sua pelagem é fina, curta e macia. A cor da pelagem mais como no Brasil é a branca com preta, mas é possível encontrar exemplares brancos com marrom, tigrados com marrom e avermelhados com marrom.

A características mais comuns da pelagem são a cor branca cobrindo sua barriga, indo até o peito e em volta do pescoço.

A face e as patinhas também são brancas.

O crânio do Boston Terrier é quadrado, achatado na parte de cima e sem rugas, com um focinho curto e quadrado, largo e alto.

Os lábios do Boston Terrier caem sobre os dentes regulares, com uma leve sobreposição da arcada inferior.





Os olhos são largos e afastados, geralmente de cor escura. Suas orelhas naturalmente eretas junto com o focinho achatado faz com que muitas pessoas os confundam com o Bulldog Francês.

A cauda do Boston Terrier é curta e implantada baixo. Pode ser ereta ou em forma de saca-rolha.

Aparência do Boston Terrier

O Boston Terrier é um cão braquicéfalo, ou seja, tem o focinho curto




O Boston Terrier é um cão leal e muito companheiro
Este é um dos padrões de pelagem do Boston Terrier
O Boston Terrier é tão estiloso que parece estar usando um smoking

Comportamento do Boston Terrier

O Boston Terrier é um cão de personalidade como nenhum outro, sendo até difícil descrevê-lo.





São cães muito apaixonados, amáveis, carinhosos, daqueles que sempre querem agradar a quem amam.

São tão dóceis e ternos que é difícil tirar um Boston Terrier do sério. E, caso você consiga irritá-lo, ele simplesmente deixará o ambiente.

São ainda cães bem inteligentes e muito fáceis de educar e adestrar. Gostam de aprender e entendem rápido o que o humano quer dizer.

Tanta inteligência reflete também em sua personalidade: levantar a voz ou mesmo falar em um tom agressivo vai deixar um Boston Terrier bem triste.

A raça é ótima com crianças, idosos e mesmo com estranhos, caso percebam que ele é do bem.

Alimentação

A quantidade de ração para todo animal de estimação depende de sua raça, porte, idade e nível de energia gasto.





O Boston Terrier precisa de alimentação de qualidade, que atenda suas necessidades nutricionais para manter sua vitalidade.

Escolha uma ração adequada para seu pequeno porte, semp´re lembrando sua tendência a obesidade.

A quantidade da ração pode ser discutida com um médico veterinário ou segundo as orientações do fabricante.

Nunca deixe comida à disposição na vasilha do seu Pequinês, ele vai acabar comendo mais do que precisa.

A água deve sempre der trocada, mantendo-se fresca e limpa.

Saúde

Como todo cão braquicéfalo, ou seja, do focinho curto, o Boston Terrier terá problemas por esta condição.





Eles não se dão bem com temperaturas extremas, tendo dificuldade de fazer a toca de ar, chegando inclusive a roncar.

O fato do focinho ser curto ainda faz com que seus olhos fiquem mais expostos e sujeitos a doenças oculares.

A surdez é uma situação que acomete a raça desde o princípio, em especial os raros exemplares de olhos claros.

A luxação patelar é uma condição também frequente.

Siga sempre corretamente o calendário de vacinação de seu pet e se possível, o leve ao médico veterinário a cada 6 meses.

Assim você terá um animal de estimação sempre saudável e poderá prevenir possíveis problemas de saúde precocemente.

Mantendo uma rotina básica de cuidados e monitorando sua forma física você terá um pet feliz!

Como Cuidar do Boston Terrier

Preço do Boston Terrier

O valor de um filhote de Boston Terrier ou de qualquer outro cão de raça depende da qualidade dos pais, avós e bisavós da ninhada, se são campeões nacionais, internacionais etc.





A raça é rara no Brasil, mas é possível encontrar filhotes do estiloso e inteligente Boston Terrier custando aproximadamente R$ 4.500 a R$ 7.500.

A Página do Pet sempre recomenda a adoção responsável e a aquisição de filhotes de criadores certificados, com pais e avós sem doenças genéticas.

Infelizmente existem criadores que submetem fêmeas a situações degradantes apenas visando o lucro com a venda de filhotes.





Comprar um cão implica em responsabilidade de alimentar, vacinar, levar ao médico veterinário, tratar com amor, carinho e educar.

Antes de decidir comprar um cachorro é importante ainda lembrar que existem muitos animais abandonados nas ruas ou resgatados por ONGs, esperando uma família amorosa.

Adotar é um ato de amor.